Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Elemento Terra

Pensamentos • Reflexões • Sentimentos

Elemento Terra

25
Mai20

Desapegar-me, ou não, de Livros?

Deparo-me com várias frases e textos que "incitam" a que me desapegue de coisas que considero já não me servir. Penso nisso com bastante frequência. Afinal, apesar de não ser demasiado apegada aos bens materiais, há uma tipologia de bens materiais que despertam o meu lado mais possessivo: os livros.

Quando aprendi a ler, lia histórias da Anita e tenho bem presentes as memórias de como a leitura desses livros me fizeram evoluir na leitura e na escrita. Na escola, sempre fui das alunas que melhores textos escrevia... podia não ser a melhor aluna a perceber as regras da gramática portuguesa ou, mais tarde, a interpretar obras de autores como Camões ou Saramago, mas chegada a altura de escrever um texto, ninguém me parava!

Nem sempre fui uma leitora ávida. Durante a adolescência pouco ou nada lia - prova disso é que demorei um ano e meio a ler o Harry Potter e a Pedra Filosofal. Só por volta dos 15 anos iniciei uma relação séria com os livros e desde então é um vício. É um vício ler e é um vício comprar livros. A velocidade a que eu comprava livros era bastante superior à velocidade a que os lia e isso fez com que comprasse livros que ainda hoje estão por ler e com os quais já não me identifico. Enquanto antes lia livros românticos e histórias de fantasia, agora tenho mais tendência para livros que me ofereçam boa cultura literária e, recentemente, descobri o interesse por livros (verdadeiramente) informativos sobre espiritualidade.

Agora tenho uma série de livros que não me cativam para a sua leitura, mas que não quero deixar de ler porque houve um grande investimento da minha parte. Olho para as estantes e vejo livros que pouco ou nada me acrescentam e que estão a tirar espaço aos que me alimentam a alma. Leio primeiro os que à partida não irei querer manter na biblioteca e então tento vendê-los em segunda mão.

Desapegar-me de livros é um desafio. Adoro ver uma casa com livros; uma casa sem livros parece-me uma casa despida, mas o meu objetivo é que a minha casa vista roupas leterárias que aconcheguem a mente.

14 comentários

Comentar post